Trabalho de formiguinha com Alfredo Borret

IMG_2551

Já falei aqui antes, que sou louca pela Mona Lisa né? Descobri Alfredo Borret por intermédio desta moça e para minha grande supresa descobri uma porção de coisas lindas por intermédio dele.

Mona-Lisa-682x1024

Alfreto trabalha voluntariamente dando oficinas de concientização ecológica para crianças no Galpão das Artes Urbanas da Comlurb, que fica embaixo do viaduto Lagoa-Barra, em frente a PUC. O lugar é um primor. Misto de galeria de arte, galpão de oficinas, sala de aulas… Alfredo ensina para as crianças, e para quem mais tiver interesse em aproveitar tampinhas de bebidas fazendo arte.

IMG_6670

Ele faz quadros de pontos turisticos do Rio ou releituras de obras famosas, sempre a partir de fotos. Tudo artesanalmente cortando bolinha por bolinha para colocar dentro das tampinhas. Este trabalho lindo nasceu de uma vontade de Alfredo em fazer a diferença. Incomodado com tantas tampinhas de bebida pelas ruas, teve a idéia de reaproveita-las fazendo esse tipo de arte. Sucesso duplo!bondinhoO Galpão das Artes Urbanas tem como patrono o arquiteto Hélio Pellegrino, que foi pioneiro nas artes recicladas. Este espaço cultural oferece palestras e oficinas ensinando várias tecnicas de reaproveitamento do lixo, dando a ele um destino mais digno!

images Leia Mais

Share on FacebookPin on PinterestShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Um Sergipano arretado em Parati! Aécio Sarti.

AAS-1593-45x120cm

Sergipano de Aracajú, Aécio começou a pintar e vender seus quadros desde 14 anos de idade. Isso é quase um caso de denúncia por exploração de trabalho infantil…kkkkkk. Não fosse o tamanho sucesso que o guri fez. Ta bom! Os fins justificam um pouquinho os meios…O sucesso foi tanto, que ele resolveu se aprimorar fazendo aulas de pintura, e mais tarde indo estudar fora do país.

the-master-himself-der-meister

AECIO SARTI 6

Na volta, como todo bom brasileiro, teve dificuldades em viver da arte, ” lere…lere…” ficando longe desta, por mais de 20 anos. Felizmente para nós, e infelizmente para os concorrentes, ele não resistiu ao chamado talento e voltou a pintar com força total. Yes !!! Se instalou em Paraty, fez mais de 17 exposições dentro e fora do país, ganhou vários prêmios e recebe no seu ateliê, turistas do mundo todo que se apaixonam pelo seu trabalho, levando suas peças para todos os cantos do planeta. Incruzives eu, Danielinha, já trouxe 4 para minha casa, mas bem que eu queria trazer uns 20 !!!!

aecio_sarti__varios_031

AAS-1591-150x100cm

Leia Mais

Share on FacebookPin on PinterestShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Mas quanta graça em Trancoso…

IMG_2741

 

Ë daquelas lojas que quando vejo de longe, não consigo nem mais conversar. Preciso entrar correndo !! O ambiente é mágico, com tudo super colorido e milhões de coisinhas lindas para todos os lados.

03

A Cheia de Graça foi idealizada pela artista plástica mineira Laila Assef. Se existe alguém que pode falar de reciclagem e sustentabilidade é essa pessoa. Ela transforma lixo de garrafas pet em FLORES ! As pequenas flores, foram se transformando em verdadeiras obras de arte. Lustres, abajours, cortinas, uma infinidade de peças super criativas que já foram expostas em diversos países como Nova York, Barcelona e Ibiza.

Casa de Valentina - detalhe das flores Laila Assef_thumb[2]

Ela não só trabalha com esse material , mas outras diversas obras da loja são criadas por ela. Telas, objetos, santos…. A cada verão uma surpresa diferente

16

Leia Mais

Share on FacebookPin on PinterestShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Assemblages na serra por Evandro Jr.

IMG_3042

Evandro nasceu para ser feliz! Antes tarde do que nunca! Depois de trabalhar por muitos anos com moda, sendo estilista, figurinista, dono de loja, dono de fábrica com mais de 100 empregados e 500 colaboradores, Evandro resolveu se reiventar optando por um estilo de vida mais tranquilo. Se mudou para Itaipava onde começou a trabalhar de uma maneira diferente a sua criatividade. Voltou seu olhar para o que estava a sua volta, as coisas simples da vida, e começou a criar usando objetos que poderiam ser considerados descartáveis, como folhas secas, garrafas de vinho, rolhas, frutos desidratados, porcelanas quebradas… Para ele, tudo vira arte, e linda por sinal!

IMG_3090

IMG_3076

IMG_3042

IMG_3046

 

Leia Mais

Share on FacebookPin on PinterestShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone